Viagem Teatral Play oferece série de espetáculos online e gratuitos

Até agosto, o público pode assistir espetáculos teatro e dança sem sair de casa, acessando a playlist do projeto no YouTube do Sesi-SP. A programação ainda inclui bate-papos e oficinas virtuais

 Por: Raisa Scandovieri, Sesi São Paulo
04/05/202118:43- atualizado às 19:48 em 05/05/2021

Até 1º de agosto, o projeto de difusão de artes cênicas do Serviço Social da indústria de São Paulo (Sesi-SP) Viagem Teatral Play disponibiliza uma série de espetáculos de teatro e dança no canal do YouTube do Sesi-SP (bit.ly/viagemteatralplay) para o público assistir gratuitamente e sem sair de casa. Duas novas temporadas entram em cartaz a cada quinze dias, e ainda dá para aproveitar lives, bate-papos e oficinas ligados à temática dos espetáculos.

Chamadas de InterARTividades, as atividades virtuais são apresentadas aos sábados, às 11h, quando voltadas para o público infantojuvenil, e às 17h, para os adultos. Algumas delas permitem uma interação ainda mais próxima dos artistas com o público por meio da plataforma Zoom, e para estes casos, é necessário fazer inscrições pelo sistema Meu Sesi (www.sesisp.org.br/eventos).

Em maio, a programação começa com o espetáculo Luceros dança Toninho Ferragutti, entre os dias 5 e 26, unindo a dança flamenca e os ritmos brasileiros em uma coreografia marcante.

Na sequência, estreiam as peças Inimigos (infantil) e O louco e a camisa (adulto), disponíveis na plataforma virtual de 6 a 16 de maio. Em Inimigos, da Cia. De Feitos, soldados inimigos em um mundo imaginário não entendem os motivos para continuarem brincando de lutar, pois se um mudasse de lado, nada mudaria, pois todos ali são iguais. Ainda dentro da temática da violência, O louco e a camisa discute temas como violência doméstica, loucura e hipocrisia ao narrar a história de uma família que tenta esconder de todos o filho louco e suas ideias malucas.

De 20 a 30 de maio, é a vez das temporadas de FUI! (juvenil) e Mercedes (adulto) tomarem conta do Viagem Teatral Play. Inspirado no romance Tchick, do alemão Wolfgang Herrndorf, o FUI! presenta a história de quatro amigos que na adolescência roubam um carro e viajam à procura da felicidade e, depois de 15 anos, se reencontram e discutem as expectativas deixadas para a vida adulta. Já Mercedes narra a história da primeira bailarina negra do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Mercedes Baptista, precursora da dança moderna brasileira e conhecida por unir a tradição clássica europeia e as raízes africanas.

Entre as InterARTividades desse mês, estão lives e oficinas teatrais com foco nos espetáculos O louco e a camisa, Mercedes e FUI! nos dias 8, 22 e 29 de maio, respectivamente. O destaque fica com a oficina de criação de máscaras para crianças inspiradas na peça Inimigos, comandado pela Cia. De Feitos, no dia 15.

Todos os detalhes da programação gratuita, links das apresentações e das InterARTividades podem ser conferidos na brochura digital do projeto: bit.ly/BrochuraViagemTeatralPlay

Confira a programação de maio:

Data

Horários

Título

5 a 26 de maio

diariamente

Luceros dança Toninho Ferragutti

6 a 16 de maio

diariamente

Inimigos
Cia. De Feitos

6 a 16 de maio

diariamente

O louco e a camisa
Néctar Cultural

8 de maio

17h

InterARTividade – Estudo de cena e a ressignificação do cotidiano
com Elias Andreato

15 de maio

11h

InterARTividade – Oficina virtual de máscaras de sacolas

Cia. De Feitos

20 a 30 de maio

diariamente

FUI!
Cia. Senhas de Teatro

20 a 30 de maio

diariamente

Mercedes
Grupo EMÚ

22 de maio

17h

InterARTividade – Mercedes, Corporeidade e Força Vital: Valores Culturais Africanos Melgaço

Grupo EMÚ

29 de maio

11h

InterARTividade – Bate-papo sobre a criação do espetáculo FUI!

Cia. Senhas de Teatro

 

Sobre o Viagem Teatral

Sob a curadoria da equipe de Artes Cênicas do Sesi-SP, o Viagem Teatral apresenta um panorama da produção cênica brasileira contemporânea, proporcionando variadas experiências estéticas, para incentivar a diversidade cultural e estimular a formação de novas plateias. Todos os espetáculos que compõem a programação são selecionados por meio do Edital de Chamamento de Projetos Culturais do Sesi-SP, realizado anualmente.

O projeto, realizado há mais de 15 anos, promove a circulação de espetáculos teatrais e de dança pelas unidades do Sesi-SP em todo o Estado e movimenta mais de 400 profissionais entre artistas, técnicos e produtores. O Viagem Teatral também oferece oficinas, que em 2021 acontecem virtualmente pela primeira vez, contribuindo para a formação de público e de agentes multiplicadores da cultura.

 

Serviço:

Viagem Teatral Play
Período: de 14 de abril a 1º de agosto de 2021
Gratuito. Transmissões pelo YouTube do Sesi-SP: http://bit.ly/viagemteatralplay  
Saiba mais detalhes de todos os espetáculos em: bit.ly/BrochuraViagemTeatralPlay

 

Luceros dança Toninho Ferragutti
De 5 a 26 de maio
Grupo Luceros e Toninho Ferragutti | 60 min. | Dança | Classificação: livre
A pluralidade artística do Grupo Luceros é ressaltada nessa coreografia que une e homenageia a dança flamenca e a brasilidade de Na Sombra da Asa Branca, de Toninho Ferragutti.
Ficha técnica: Direção Geral: Clarisse Abujamra | Concepção e Coreografias: Grupo Luceros | Composições, arranjos e direção musical: Toninho Ferragutti | Bailarinos: Ale Kalaf, André Pimentel e Priscila Grassi | Músicos: Toninho Ferragutti, Alexandre Ribeiro, Beto Angerosa e Zé Alexandre Carvalho | Iluminação: Marcos Tadeu Diglio | Cenografia: Marina Vizini e Palhassada.
Crédito: Ricardo Raggi

 

Inimigos
De 6 a 16 de maio
Cia. de Feitos | 55 min. | Infantil | Classificação: livre
Em dois buracos no mais abstratos dos cenários da imaginação, soldados inimigos não entendem o motivo para estarem brincando de lutar: são exatamente iguais. Quase sempre assustados, com saudades das famílias, todos nervosos, com frio, calor e fome. Se por acaso um dia eles trocassem de lado, não mudaria nada, ninguém notaria, porque os de lá são iguais aos de acolá. Então, por que lutam?
Ficha técnica: Direção e Dramaturgia: Carlos Canhameiro | Elenco: Artur Kon, Carla Massa, Giscard Luccas, Paula Mirhan, Paula Serra e Rui Barossi | Trilha Original e Música ao Vivo: Paula Mirhan e Rui Barossi | Iluminação: Daniel Gonzalez | Figurinos: Renan Marcondes | Cenário: Carlos Canhameiro e Cia. De Feitos | Adereços e Máscaras: Artur Kon, Carla Massa e Renan Marcondes | Produção: Cia. De Feitos.
Crédito: Mariana Chama

 

O louco e a camisa
De 6 a 16 de maio
Néctar Cultural | 80 min. | Adulto | Classificação: 12 anos
Espetáculo discute violência doméstica, loucura e hipocrisia ao narrar a história de uma família que tenta esconder o filho louco e suas ideias malucas.
Ficha técnica: Autor: Nélson Valente | Tradução e idealização: Priscilla Squeff | Elenco: Rainer Cadete, Noemi Marinho, Priscilla Squeff, Dudu Pelizzari e Ricardo Dantas | Sub Matilde: Patrícia Gasppar | Direção: Elias Andreato | Cenário e Figurino: Elias Andreato | Iluminação: Cleber Eli | Trilha: Jonathan Harold | Fotografia: Caio Gallucci | Visagismo: Dicko Lorenzo | Designer Gráfico: Ale Pessôa | Planejamento de comunicação: 5c Assessoria e Comunicação | Assessoria de imprensa: Morente Forte | Assistente de produção e administrador: Diogo Villa Maior | Produtores: Priscilla Squeff, Danny Olliveira e Leandro Luna | Realização: Néctar Cultural.
Crédito: Caio Gallucci

 

InterARTividade: Estudo de cena e a ressignificação do cotidiano
8 de maio | 17h
Com Elias Andreato e elenco | 90 min. | Classificação: 18 anos
Ministrada pelo diretor Elias Andreato e pela atriz Priscilla Squeff, a oficina propõe uma análise da peça O Louco e a Camisa, de Nélson Valente, como ponto de partida para debater possíveis situações problemáticas da vida real e do momento de isolamento atual.

 

InterARTividade: Oficina virtual de máscaras de sacolas
15 de maio | 11h
Com Cia. De Feitos | 60 min. | Classificação: livre
Inspirados pelas máscaras da peça Inimigos, os integrantes da Cia. De Feitos convidam o público para uma oficina lúdica de confecção de máscaras para crianças a partir de sacolas de papel. Serão abordadas atividades de recorte, pintura, desenho e colagem com as crianças participantes.

  

FUI!
De 20 a 30 de maio
Cia. Senhas de Teatro | 60 min. | Juvenil | Classificação: 12 anos
Inspirado no romance Tchick, do alemão Wolfgang Herrndorf, o espetáculo apresenta a história de quatro amigos que, no auge de seus 15 anos, roubam um carro e viajam sozinhos, à procura da felicidade. Depois de 15 anos, o grupo se reencontra e discute as expectativas deixadas para a vida adulta.
Ficha técnica: Dramaturgia e Direção: Sueli Araujo | Assistência de Direção e Improvisação: Anne Celli | Atuação: Ciliane Vendruscolo, Greice Barros, Luiz Bertazzo, Rafa di Lari | Direção de Movimento e Preparação Corporal: Cinthia Kunifas | Desenho de Som/Edição e operação: Ary Giordani | Desenho de luz e operação: Wagner Corrêa | Figurino: Amabilis de Jesus | Cenário: Paulo Vinícius | Direção de Produção e Maquiagem: Marcia Moraes | Produção Executiva: Edran Mariano | Fotografia: Elenize Dezgeniski | Realização: Cia. Senhas de Teatro.
Crédito: Elenize Dezgeniski

 

Mercedes
De 20 a 30 de maio
Grupo EMÚ | 80 min. | Adulto | Classificação: 12 anos
Espetáculo narra a história e carreira da primeira bailarina negra do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Mercedes Baptista. Precursora da dança moderna brasileira, Mercedes criou uma identidade por meio da junção entre o clássico europeu e as raízes africanas.
Ficha técnica: Concepção e idealização: Sol Miranda | Direção: Juracy de Oliveira e Thiago Catarino | Texto: Cássio Duque e Sol Miranda | Dramaturgia: Grupo Emú | Supervisão de direção e de dramaturgia: Fabiano de Freitas | Elenco: Ariane Hime, Emerson Ataíde, Iléa Ferraz, Paula Pardon, Raphael Rodrigues, Drayson Menezes, Tuany Zanini e Sol Miranda | Participação especial: João Paulo Alves e Reinaldo Junior | Coreografia e Direção de Movimento: Fábio Batista | Preparação Corporal: Charles Nelson, Elton Sacramento, Fábio Batista e Yara Barbosa |  Bailarinos: Renata Araújo, Canela Monteiro, Evandro Machado e Priscila Lúcia | Direção Musical: Sérgio Pererê |Composição Musical: Kadú Monteiro e Sérgio Pererê | Composição percussiva biográfica: Kaio Ventura |  Piano: Richard Neves |  Violino: Frida Maurine e Nath Rodrigues | Violoncelo: Raquel Terra | Percussão: Kaio Ventura e Reinaldo Júnior | Efeitos: João Nazaré | Preparação Vocal: Priscilla Lacerda | Iluminação: Paulo Cesar Medeiros | Iluminador de cena: Hebert Said | Figurino: Lucas Pereira | Concepção de Cenário: Juracy de Oliveira e Adriano Farias | Cenografia: Bambuê Arquitetura Viva & Mundo Livres | Fotografia Artística: Daniel Barboza, Felipe Alencar e Júlio Ricardo | Designer Gráfico: Giulia Santos | Imagens audiovisuais: Agôya, Felipe Alencar e Helena Bilinski |Edição das imagens e pós produção: Helena Bilinski (Xot Filmes) | Assessoria de formação de plateia: Ébano Produções Artísticas | Produção audiovisual: Helena Bielinski | Assessoria de Imprensa: Duetto Comunicação | Produção: Emú Produções Artísticas |Direção executiva: Sol Miranda Produtores do espetáculo em temporadas: Aliny Ulbricht, Renata Araújo e Simone Braz| Produção Sesi Viagem Teatral: Nil Mendonça | Administração: Tuany Zanini | Parceiro: Terreiro Contemporâneo | Coprodução da montagem: Alquimia Cultural | Gerência de produção da montagem: Saulo Rocha | Coordenação de produção da montagem: Roberta Leão.
Crédito: Daniel Barboza

 

InterARTividade: Mercedes, Corporeidade e Força Vital: Valores Culturais Africanos Melgaço
22 de maio | 17h
Com Aza Njeri, Sol Miranda e Paulo Melgaço | 60 min. | Classificação: livre
A live traz como tema central as composições contemporâneas de teatro a partir da experiência da Cia. EMÚ na criação do espetáculo Mercedes. Também serão apresentados os valores culturais africanos de corporeidade e força vital dentro do Teatro Negro.

 

InterARTividade – Bate-papo sobre a criação do espetáculo FUI!
29 de maio | 11h
Com Sueli Araujo, Ciliane Vendrusculo, Greice Barros, Rafael di Lari, Luiz Bertazzo | 60 min. | Classificação: livre
Neste bate-papo com o público, a equipe da peça FUI! irá contar detalhes do processo de adaptação da obra Tchick, de Wolfgang Herrndorf, para o teatro, e ainda abordar temas presentes no espetáculo, como liberdade e responsabilidade, descoberta do desejo e da sexualidade, respeito e amizade, diferenças sociais e convívio, medo e autoconhecimento.